Melodias da Broadway – 1929

A chegada da era do som, na década de 30, representou uma mudança radical na indústria cinematográfica. Muitos artistas do cinema mudo tiveram de se adaptar as novas tecnologias, porém nem todos conseguiram sobreviver com esta mudança. Filmes mudos se tornaram obsoletos da noite para o dia.

Melodias da Broadway, de 1929, foi o primeiro filme 100% falado, cantado e dançado. O filme conta a história de duas irmãs, Queenie e Harriet Mahoney, que tentam ganhar a vida ao se mudarem para Nova York. Elas são convidadas por Eddie, noivo de Harriet, a participarem de seu número em um dos shows de Francis Zanfild, um grande e influente produtor musical. Porém, não demora muito tempo para que Eddie se apaixone pela irmã de sua noiva, Queenie. O sucesso imediato causa uma série de conflitos entre as duas irmãs e Eddie.

O filme foi um estouro imediato na época de seu lançamento. Com várias peças e musicas inspiradas na Brodway, este se passa nos bastidores das grandes produções.  Nos primórdios das “atuações faladas” percebemos que, apesar de as peças musicais serem bem interpretadas, as atuações muitas vezes deixam a desejar. Também percebemos no filme ainda uma forte influência dos filmes mudos, ao utilizar em algumas cenas aqueles antigos letreiros, para identificar um lugar ou uma mudança de cena.

O filme abriu as portas a mais um novo gênero: os musicais, dando origem a uma série de filmes que viriam anos mais tarde, como “Cabaret”, “Chicago”, “Oliver!” além de sua própria série (Melodias da Broadway de 1936, Melodias da Broadway de 1938 e Melodias da Broadway de 1940).  As canções foram compostas por Nacio Herb Brown e Arthur Freed, que mais tarde realizaria parcerias com Fred Astaire (em Núpcias Reais), Gene Kelly e Stanley Donen (em “cantando na chuva”) tornando se um dos grandes nomes dos musicais de Hollywood.

Apesar de algumas falhas de atuação, o filme ainda possui um grande valor na história do cinema por trazer a fórmula dos grandes musicais da Broadway para as telas de cinema.

• Direção: Harry Beaumont

• Roteiro: Edmund Goulding Norman Houston (roteiro) James Gleason (roteiro) Sarah Y. Mason (continuidade)Earl Baldwin (cartelas)

• Gênero: Musical, Romance

• Origem: Estados Unidos

• Duração: 110 minutos

• Tipo: Longa-metragem

Reportagens sobre o filme:
The New York Times (em inglês)
ENTRETENIMENTO pictórico em Paris;. “Melodia da Broadway” atrai grandes multidões, o Diálogo sendo traduzido pela legenda agora despreza um estudo de contrastes. Banco na abertura da película.
The New York Times (em inglês)
Melodias da Broadway ecoa em Berlim

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s